companheira utópica

quero
me apaixonar
por você menina utópica
fora de métrica
fora de ótica

quero
te amar
e que venha de vez
e com toda desfaçatez
me beije além da tez

quero
me atirar
como num borrão
na muda paixão
adeus ó solidão

quero
assim sonhar
juntos acorrentados
de liberdade feitos os elos
dois belos velhos

quero
açambarcar
no palco das virtudes
sem nenhuns pesares
juntos os olhares

quero
degustar
para sempre derradeira
esta vida sobremaneira
contigo ó utópica companheira

2 comentários:

Ricardo - caravana disse...

Massa Daniel!
Que poeta hein!!!
Grande abraço!

crisesmeralda disse...

Que linda esta poesia